Um dos queridinhos do Carnaval carioca, o Cordão do Boitatá organizou uma noite especial sob a lona do Circo Voador. Chamaram de “Arraial”, mas poderia muito bem ter sido maratona, seria igualmente correto. O Circo não estava em seus dias mais cheios, no entanto esteve com uma energia contagiante do começo ao final como poucas vezes. E os que chegaram até o último ato foram sobreviventes, campeões de corrida de longa distância: foi uma prova de resistência dessas mais de 6 horas de show.

Na platéia, eram muitos que vestiram a ideia do Arraial e foram a caráter. Na madrugada eles foram presenteados com uma enorme quadrilha ocupando o salão. A mistura de ritmos, entre o samba e o forró, manteve a turma da pista animada e dançando a noite toda. E a lista de convidados foi extensa, mas escolhida a dedo: Mariana Baltar, Amora Pera, Teresa Cristina, Carlos Malta e Pife Muderno, Filhos de Ganhdi RJ, Moyses Marques, Jongo da Serrinha…conforme a noite acontecia, parecia que mais nomes surgiram e contribuíram a essa noite de festa junina multicultural.

©Erika Tambke. Todos os direitos reservados