Marcelo D2 e HomeGrown vão comandar as atrações culturais do STU Open

O Oi Skate Total Urbe Open, maior mundial de street skate da América Latina, que acontecerá de 25 a 30 de abril, na Praça Duó, Barra da Tijuca, ganhou um reforço de peso para a sua equipe. Marcelo D2 será embaixador e curador musical do evento. A Rio de Negócios, organizadora do campeonato, irá montar um grande espaço de convivência, com atividades que irão explorar toda a interface do skate com a cultura urbana, envolvendo arte, música, gastronomia e comportamento. D2 se une ao time da Homegrown na curadoria, além de fazer um show no sábado, 29. Todas as atrações são gratuitas.

O rapper apresentará o show de sua consagrada turnê Nada Pode Me Parar, e ainda levará alguns convidados surpresa para o evento. O espetáculo é conhecido por sua energia e pela interação calorosa de D2 com o público e ele ainda promento convidados especiais. Além disso, na abertura do Oi STU Open, em um evento para convidados, na terça, 25, o músico apresentará o seu mais novo projeto: Marcelo D2 & SambaDrive, que traz a sutileza do jazz brasileiro e busca uma musicalidade em sintonia com Zimbo Trio, Milton Banana e Marcos Vale.

As atrações do Oi STU Open envolverão ainda exposições, live painting, talks, vídeos, ações de fotos, demo sessions, oficinas, entre outras, tudo com curadoria da Homegrown. O grupo é especialista neste tipo de atividade e surgiu com o intuito de reunir núcleos sociais, que vivem à margem da sociedade de massa, num espaço democrático e urbano que expresse autenticidade, originalidade e integração diante da vida moderna.

“A Homegrown é uma galeria que representa a cena urbana há 12 anos. Há 4, produzimos e realizamos o Arte Core, um festival que engloba Arte, Música e Skate nos jardins do MAM – local de grande prestígio para a arte no Rio de Janeiro. Nossa curadoria para o STU foi baseada em artistas urbanos, em que levamos em conta sua conduta pessoal, além de terem sua arte influenciada pela ligação com o skate.” Explicou Paulo Tassinari, diretor geral da Homegrown.

E quando o assunto é o skate como esporte, o Oi STU Open também vem com força máxima. O único brasileiro campeão do torneio Supercrown da Street League, Kelvin Hoefler (além de pentacampeão mundial pela World Cup Skateboarding – WCS), é presença garantida, bem como o também brasileiro e duas vezes campeão da Street League e do Tampa Pro Luan Oliveira. Entre as mulheres, Pâmela Rosa – mais jovem atleta a conquistar a medalha de ouro no street dos X Games, aos 16, no ano passado – é destaque na equipe brasileira. Grandes nomes internacionais da modalidade também mostrarão suas manobras na competição. Ao todo, são 224 skatistas, entre amadores e profissionais.

Para o evento, a Praça Duó, um dos skate spots preferidos dos cariocas, passará por uma reforma para ampliação de sua pista, tornando-se um legado do evento para a cidade. Vale lembrar que o skate será um dos novos esportes nos Jogos de Tóquio 2020, e o street, uma das duas modalidades presentes. O Brasil terá direito a 12 vagas na disputa olímpica, sendo três para cada uma das seguintes categorias: street profissional, street feminino; park profissional, park feminino. A classificação acontecerá de acordo com o Circuito Mundial de 2019.

Importante ressaltar que, após quase uma década, o Rio de Janeiro – já reconhecido internacionalmente por sediar eventos esportivos de sucesso – voltará a receber uma grande competição da modalidade street (a última foi em 2009, na praia de Copacabana). O Oi STU Open é chancelado pela International Skateboard Federation (ISF), a World Cup Skateboarding (WCS), a Confederação Brasileira de Skate (CBSk) e a Federação de Skateboard do Estado do Rio de Janeiro (Faserj), e soma pontos para o ranking da WCS. A disputa também terá a maior premiação já vista em um torneio de skate na América Latina e uma das maiores do mundo, totalizando R$ 400 mil.

O Oi STU Open, etapa do Circuito Mundial de Street 2017, é apresentado pela Oi, viabilizado pela Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (SEELJE), além de contar com o Windsor Hotéis como hospedagem oficial do evento. O torneio tem coordenação técnica da Confederação Brasileira de Skate (CBSK) e da Federação de Skateboard do Estado do Rio de Janeiro (Faserj), arquitetura pela Rio Ramp Design, curadoria artística da Homegrown e realização/idealização da Rio de Negócios.

A Oi e o esporte
A companhia tem longo histórico de apoio ao esporte, com patrocínios a grandes eventos, equipes e atletas de diferentes modalidades como basquete, surfe e skate. O incentivo da Oi a projetos esportivos é estratégico, pois reconhece a importância do esporte como ferramenta de interação entre as pessoas e as cidades, seja através da sua prática, ou por meio de manifestações culturais como o grafite e a música. A empresa acredita que o esporte e o incentivo à cultura urbana potencializam conexões e amplia repertórios, aproximando pessoas de diferentes tribos, exercendo um importante papel no processo de desenvolvimento individual e social.
Em 2015 e 2016, a Oi patrocinou o Oi Rio Pro, a etapa brasileira do Samsung Galaxy World Surf League Championship Tour (CT), o campeonato mundial de surfe. Além disso, patrocina os surfistas brasileiros de destaque na WSL: Gabriel Medina, Ítalo Ferreira, Filipe Toledo, Silvana Lima e Adriano de Souza, o Mineirinho, além do surfista Davizinho, de 11 anos, atual campeão mundial de surfe adaptado. Recentemente, como parte do legado do patrocínio aos Jogos Cariocas de Verão de 2016, a Oi construiu pistas de skate em Manguinhos e São João da Barra e reformou o park de Campo Grande –  aproveitando assim o grande potencial do esporte urbano para aproximar culturas e realidades, promovendo encontros e transformando espaços públicos.
Sobre a Rio de Negócios
A Rio de Negócios é uma empresa de projetos que atua nos setores da economia criativa. Ela pensa a cidade e suas interações a fim de entender as suas dinâmicas socioculturais e processar as demandas desse contexto. O objetivo é oferecer soluções únicas e experiências inovadoras para parceiros e público. O que motiva a Rio de Negócios é trabalhar por um novo patamar no desenvolvimento de projetos em cultura, esporte e entretenimento. A cidade em que vivemos é a principal fonte de inspiração da empresa.

 

Marcelo D2 no MAM. Foto: Phellipe Dávila

Marcelo D2 no MAM. Foto: Phellipe Dávila

 

Mais informações:

Facebook : https://www.facebook.com/oistuopen
Instagram : https://www.instagram.com/oistuopen
Site: www.stuopen.com

Compartilhe...Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+Email this to someoneShare on FacebookShare on LinkedInShare on Reddit

Carioca, geo empirico, fotógrafo fundador do Drope, boa praça. Gosto de clicar folhas secas, música em excesso e novos livros. Carrego comigo simplicidade, não desprezo a intuição, as inspirações da madrugada e sou um sonhador acordado. Um cara bem intencionado, bem humorado e otimista. Aprendendo a viver de uma maneira mais lúdica. Coleto energia do mundo que me cerca. Aprecio os elementos da natureza, areia, mar, Sol, luar para o enriquecer da alma. Amo Floripa, resido no Rio, mas quero mesmo uma casinha no Hawaii. Entre o teclado na edição e o enquadramento da lente fotográfica vivo minha vida (dropando). (cm)

Login

Anti-Spam, Porque Por favor, responda a questão! *